Não Conseguiu o FIES? O que Fazer, Outras Bolsas

Logo após as mudanças para conseguir o FIES, muitos estudantes tem tido dificuldade em conseguir o financiamento. Sendo assim, é comum encontrar muitos que relatam que não conseguiu o FIES.  Desta forma, antes de contratar outro financiamento é preciso saber se o mesmo é seguro. A alternativa para quem não conseguiu o FIES é verificar as opções privadas. Portanto, para entender melhor confira o artigo.

O Que é o FIES?

O FIES é um programa do Ministério da Educação, na qual oferece cursos presenciais para estudantes de baixa renda.

Com o programa é possível se candidatar em ensino superior nas instituições que apresentem avaliação positivo pelo MEC.

Para participar é necessário ter renda familiar de até 2,5 salários mínimos. Ainda é preciso ter participado da edição desde 2010 do Enem e ter tido 450 nas provas objetivas e não pode ter zerado na redação.

Mas como o SISFIES 2017 é extremamente procurado, devido às baixas taxas de juros é comum não conseguir entrar no programa.

O que fazer se não conseguiu o FIES?

Neste caso a melhor opção é avaliar se o financiamento é a solução para o seu problema. De acordo com especialistas o crédito privado precisa ser a última das alternativas.

Entre as questões uma ideia é tentar conseguir uma bolsa com a faculdade. De qualquer modo antes de fechar o contrato não se esqueça de pesquisar antes. Uma outra saída é optar pelo  crédito estudantil. Nele as taxas de juros são menores e o prazo para pagar a dívida pode ser negociado.

Hoje, diversas universidades possuem convênios com instituições financeiras e oferecem melhores condições. Mas lembre-se, mesmo com taxa menores não se esqueça de comparar estes pacotes com outras fontes de financiamento.

Não Conseguiu o FIES? Conheça essas Bolsas de Estudos

Para auxiliar vamos apresentar algumas outras opções de bolsa, confira.

Crédito Pra Valer

O Pravaler é um programa de crédito estudantil privado que financia a graduação, pós, técnico ou MBA. Nele os contratos são semestrais e os juros variam de 0% a 2,19% ao mês.

No programa existe mais de 190 faculdades parceiras. Para pagamento se o seu curso for de quatro anos, garante o total de oito anos. Ao terminar a faculdade o aluno terá quatro anos para continuar pagando.

O financiamento está disponível para:

  • Quem possui fiador.
  • A renda do aluno com do garantidor precisa ser no mínimo, duas vezes o valor integral da mensalidade.
  • O aluno e o fiador não pode apresentar restrições no nome.

Para garantir o financiamento e ter mais detalhes, entre aqui no site do programa e envie sua proposta.

Educa Mais Brasil

O Educa Mais Brasil oferece o financiamento em graduação, pós-graduação, ensino básico, cursos técnicos, profissionalizantes e de idiomas. Com ele é possível garantir 70% de desconto, ainda o programa apresenta parceria com mais de 10 mil instituições.

Para garantir o programa o aluno não pode ter condições de pagar 100% da mensalidade. Ainda é preciso estar fora do meio educacional por pelo menos seis meses.

Todo ano as inscrições ficam abertas, ao fazer o estudante precisa escolher o curso e ter o financiamento validade. Depois ele irá receber via e-mail uma carta de aprovação. Na matrícula para faculdade, ele deve levar esta carta impressa para garantir a bolsa. Para fazer o processo entre aqui no site oficial.

Crédito Universitário Bradesco

Esta linha do Bradesco financia os cursos de graduação para correntistas. Em sua lista estão conveniadas as seguintes universidades:

  • ESPM.
  • Faculdade Metropolitana de Caieiras.
  • IBMEC.
  • IESA.
  • Insper.
  • Mackenzie.
  • Unifran.
  • Unijorge.
  • Unipiaget.

O aluno pode fazer a simulação em sua página e depois deve ir agência bancária ver o valor disponibilizado. Caso seja aprovado o valor vai ser depositado na conta da instituição. Lembrando que as taxas ade juros variam conforme o convênio do banco com a universidade. Para ter mais informações, entre aqui.

Credi-Universidade

O Santander não apresenta uma linha de financiamento estudantil. Na verdade ele disponibiliza uma linha de crédito para ajudar os estudantes a pagar as primeiras mensalidades da graduação.

A linha Credi-Universidade é direcionada para as despesas acadêmica, como livros, computadores, materiais didáticos, matrícula e rematrícula.

O valor emprestado pode ser de até R$ 2 mil e em até 36 vezes, com uns juros de 2,3% ao mês (em 24 meses) e 2,9% ao mês (em 36 meses). Para quem não conseguiu o FIES, pode pedir este empréstimo bancário nas agências. Para mais detalhes entre aqui.

One thought on “Não Conseguiu o FIES? O que Fazer, Outras Bolsas

  1. SONIA REGINA JABOUR

    Sou Sônia Regina Jabour, mãe de Lucas Henrique Jabour Salvador, CPF 10451283686. Fui a caixa economica no dia 28/12 para recadastrar meu filho no Fies e infelizmente não pude, devido constar uma pendencia da Cemig de 2015, em meu cpf, conta esta que nem sabia, nem fui comunicada e nem cortaram minha luz por conta disso.Corri até a cemig, verifiquei e realmente tinha esta conta a ser paga. Paguei, voltei a caixa e infelizmente o sistema não pode fazer nada por nós. Estou aqui, humildemente pedindo, uma chance para meu filho. Ele estava cursando Engenharia Civil na Unileste, curso que ele ama e sem o Fies infelizmente ele não poderá continuar porque sou divorciada, o pai não ajuda e eu sou professora aposentada,não tendo condições de para a faculdade dele.Por favor, nos dê outra oportunidade.É o pedido de uma mãe que, após lutar muito para o filho querer estudar, não quer que seu sonho seja interrompido. Peço por favor, não temos ninguém para nos ajudar. Somos só n ós dois. Olhem com carinho. Agradeço.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *